De viagem em Cabo Verde

“Pantera” é a nova cocriação de Clara Andermatt e João Lucas, em homenagem ao cantautor cabo-verdiano Orlando Pantera. Irá estrear no grande auditório do CCB em março de 2022.

Durante o mês de novembro, ambos estão de viagem em Cabo Verde numa residência artística de pesquisa para este novo projeto. Acompanhados por Darlene Barreto, filha de Pantera, e pela realizadora Catarina Alves Costa, a cargo do making of de todo o processo, encontram-se na ilha de Santiago, para visitar vários pontos de interesse cultural e social, como São Lourenço dos Órgãos, berço de Pantera, ou Santa Catarina, para assistir à festa anual, que será um dos pontos altos desta investigação.

Ainda em Santiago, na cidade da Praia, os diretores artísticos terão vários encontros com parceiros locais, reuniões institucionais e irão dirigir um Encontro/audição com alguns bailarinos e músicos convidados. Em Lisboa, estas sessões realizaram-se no Estúdio ACCCA entre os dias 14 e 22 de outubro.

Aproveitando esta deslocação, Andermatt e Lucas marcarão presença na 27ª edição do Mindelact, um dos mais conceituados festivais cabo-verdianos que se realiza na ilha de São Vicente, e que se tem vindo a afirmar no panorama artístico nacional e internacional. Na programação destaca-se a remontagem da obra “CV Matrix 46”, da companhia Raiz di Polon, que na sua versão original contou com Pantera na direção musical.

Esta residência artística conta com o alto apoio do Instituto Camões, da Cooperação Portuguesa em Cabo Verde e do Centro de Cultural Português na cidade da Praia.

Fotografias de Andreia Cordeiro