Cio Azul

“Cio Azul” estreia nos Encontros ACARTE, serviço que, no final da década de 1980 e nos primeiros anos da década de 1990, participa na reconfiguração e afirmação de práticas artísticas e sociais em Portugal, concorrendo para o surgimento do que será designado como a Nova Dança Portuguesa.

“Cio Azul” é uma peça sobre as variadas formas de expressão do amor, carnal e espiritual, um tema recorrente no trabalho da coreógrafa. Jogos de sedução e de desejo, de estímulo e de prazer, gestos, expressões e movimentos que, subjacentemente, encerram e transportam a esfera das emoções e das verdades do amor, simultaneamente subjetivas e invariáveis.

A composição musical, de João Lucas, com uma instrumentação limitada a um oboé e a uma bateria, por sugestão da coreógrafa, é interrompida pelas contrastantes e súbitas participações da acordeonista popular Soraya Cristina, uma estética kitsch que se contrapõe à visão de Andermatt.

“É um trabalho sobre o amor. Com a consciência da diversidade das formas e da sua interligação, pretendo tratar o tema de maneira global; em busca da essência – encarada como definição pessoal. O clima é marcado pelo desejo de paz e de harmonia – desejo alimentado pelo que há de instável e hostil na atitude passional e na sua tendência comovente para a tirania. É a urgência de uma nova sensibilidade. Os bailarinos não são, mais uma vez, personagens fixas, não têm sexo determinado, são sentimentos ambulantes.”
Clara Andermatt (1993)
categorias

Coreografia: Clara Andermatt | Música original: João Lucas | Intérpretes musicais: Andrew Swinnerton e José Salgueiro | Canções: João Lucas | Letras das canções: Clara Andermatt e João Lucas | Bailarinos: Clara Andermatt, Amélia Bentes, Mónica Lapa, Paul Taylor (estreia) e Félix Lozano (substituição de Paul Taylor) | Cantora-acordeonista: Soraya Cristina | Figurinos: Manuela Furtado | Desenho de luz: Rui Marcelino | Assistente: Maria de Assis | Produção executiva: Mónica Lapa, Pro.Dança | Produção: ACARTE Fundação Calouste Gulbenkian | Apoios: Secretaria de Estado da Cultura e Pro.Dança

Fotografias de Jorge Gonçalves, José Fabião, Joana Novais

Próxima criação

O Cansaço dos Santos

< anterior